Arquivo

Archive for the ‘Literatura’ Category

Terminando de ler.

Alamut, de Vladimir Bartol (tradução de Michael Biggins).

Um romance que relata a história de Hasan Ibn Sabbah, lider da doutrina Ismaili no século XI.

Expõe como a associação de poder, conhecimento e domínio favorece a dominação de outras pessoas.

Esse livro inspirou a fantástica franquia de jogos Assassin’s Creed, da Ubisoft.

Vale a pena!

 

 

Um poema que faz a diferença.

Esse poema me foi enviado pelo Educador DeRose em 2002. Revirando meus papeis eu o encontrei.

Se

Rudyard Kipling
Tradução de Guilherme de Almeida.

Se és capaz de manter a calma quando
Todo o mundo em redor já perdeu e te culpa;
De crer em ti quando estão todos duvidando
E para esses, no entanto, achar uma desculpa;
Se és capaz de esperar sem te desesperares,
Ou, enganado, não mentir aos mentirosos,
Ou, sendo odiado, sempre do ódio te esquivares;
E não parecer bom demais, nem pretensioso;

Se és capaz de pensar – sem que a isso só te atires
De sonhar – sem fazer dos sonhos teus senhores;
Se, encontrando a Desgraça e o Triunfo, conseguires
Tratar da mesma forma a esses dois impostores;
Se és capaz de sofrer a dor de ver mudadas
Em armadilhas as verdades que disseste
E as coisas por que deste a vida estraçalhadas,
E refazê-las com o bem pouco que  te reste;

Se és capaz de arriscar numa única parada
Tudo quanto ganhaste em toda a tua vida
E perder e, ao perder, sem nunca dizer nada,
Resignado, tornar ao ponto de partida,
De forçar coração, nervos, músculos, tudo
E dar seja o que for que neles ainda exista,
E a persistir assim quando, exausto, contudo
Resta a vontade em ti, que ainda ordena: Persiste!

Se és capaz de entre a plebe não te corromperes,
Entre reis não perderes a naturalidade
E de amigos, quer bons, quer maus, te defenderes;
Se a todos podes ser de alguma utilidade;
E se és capaz de dar segundo por segundo,
Ao minuto fatal, todo o seu valor e brilho,
Tua é a Terra com tudo o que existe no mundo,
E – o que ainda é muito mais- és um Homem, Meu Filho!

O que estou lendo agora?

Na verdade, terminando a leitura:

O Físico (tradução infeliz para The Physician) – a epopéia de de um médico medieval, de Noah Gordon.

Relata a história de um barbeiro-cirurgião  inglês que enfrenta destemidamente os obstáculos para se tornar médico no Oriente.

O enredo e a narrativa são excelentes.

https://raphaelcagnotto.files.wordpress.com/2011/01/noah_gordon_-_o_fisico.jpg?w=209

Obrigado pelo presente, Jurema!