Início > Artigos, Comportamento > Mau professor x mau aluno.

Mau professor x mau aluno.

Assisti à nova versão de Karatê Kit, produzida por Will Smith e estrelada por seu filho, Jaden. Mesmo sendo um grande fã das pitorescas relações entre Daniel Larusso e o simpático Sr. Miyagi, a película de 2010 não deixa a desejar. Portanto, assista!

Em uma das cenas, Sr. Han (versão chinesa do personagem de Pat Morita) diz para o futuro pupilo: “Não existe mau aluno, só mal professor.” Esse é o gancho.

É dever de todo aquele que ensina fazer com que o discípulo seja uma pessoa melhor, na disciplina aprendida e na vida, através do exemplo.

O que fazer, no entanto, quando o bom exemplo não funciona? Será responsabilidade de quem ensina? Será desvio de quem aprende? Nem oito, nem oitenta.

Certa vez uma amiga me contou que, como inspetora da escola de ensino médio onde trabalhava, entrou na sala para dar um recado e se tornou alvo daquele tradicional jogo dos colégios: tiro livre de tênis ao professor.

Levando em consideração o pensamento do Sr. Han, imaginaríamos que o professor daquela classe  negligenciaria o incidente ou colaria uma estrelinha na fronte do aluno com mira acurada. Duas para quem acertar na cabeça, diria o mestre, instigando o aperfeiçoamento na arte.

Não seria radical demais atribuir ao professor o mau comportamento do aluno?

Hollywood à parte, um pensamento que ouvi do Educador DeRose diz que o pior discípulo não aprende nem com o melhor Mestre, o melhor discípulo aprende até com o pior professor.

Devemos, portanto, instruir os jovens para que aprendam e valorizar a cultura. Pensar que a responsabilidade é sempre de quem ensina reforça a raiz do problema: a incapacidade de aprender, de julgar e de escolher. A crítica desenfreada aos sistemas é desculpa para a negligência com relação à formação de caráter.

Se o futuro aprendiz tiver lucidez e inteligência para julgar e escolher seu caminho ideal ( desde que não prejudique o Meio) e apagar a senilidade que ceifa não só pessoas de mais idade, mas garotões com neurônios atrofiados, o desempenho dos bons professores dará mais resultado.

Esse conhecimento se aprende através do exemplo, e com facilidade por duas vias: em casa e com os iguais.

A segunda opção é o que fazemos como instrutores do Método. Jovens ensinando jovens a serem, hoje, pessoas melhores do que ontem.

Os jovens de agora serão os pais de amanhã. Convém que aprendam a lapidar a civilidade e seus costumes, para que o futuro possa ter cada vez melhores aprendizes. Estamos aqui para ajudar nisso.

Anúncios
  1. 01/19/2011 às 18:12

    Concordo 100% Rapha,
    Responsabilidade e exemplo!
    Bacana seu texto.
    Um abraço,

    Marcos

  2. 01/19/2011 às 19:31

    Obrigado, Marcos. Que bom que gostou. Estou linkando seu blog.
    Grande abraço, amigo.
    Rapha

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: